Administrar é saber superar e liderar em tempos de crise

alt

No mundo dos negócios nem sempre a empresa na qual trabalhamos está indo de vento em popa. Como podemos observar, não existe uma organização se quer que em algum momento de sua existência não tenha passado por algum tipo de colapso empresarial, seja estratégico, financeiro, organizacional, entre outros. No entanto, apesar de inevitáveis, os danos que eles trazem a empresa – que podem ser surpreendentemente grandes – conseguem ser minimizados através uma etapa avançada da Administração: o gerenciamento de crise. 

Quando se traçam planos e estratégias focados na solução rápida de um problema em potencial, criando assim, mecanismos de defesa da empresa, a probabilidade da recuperação de uma crise ser mais rápida ou eficiente aumenta relativamente. Digamos que assim como em outras situações rotineiras, a aquela velha máxima do “prevenir é melhor do que remediar” é a solução mais plausível.  Até porque, quando uma crise se instala, normalmente ela só é combatida quando a organização já está no meio do olho do furacão e aí já pode ser tarde demais.
Por isso, quanto mais preparada uma empresa e seus Administradores estiverem, melhor será sua blindagem e mais capacitada a organização estará para se recuperar dos efeitos da crise. Muitos gestores ao se depararem com problemas que inicialmente parecem sem solução entram em pânico, e acabam por deixar-se levar pelas emoções. Porém, é preciso cabeça fria e liderança, pois somente agindo com prudência e de acordo com o planejamento estratégico de crise é possível evitar a temível falência.
Seguindo preceitos administrativos, para superar uma crise, seja ela qual for, é necessário observar atento o funcionamento da empresa, as causas do colapso e as possíveis soluções. Parece uma atitude simples demais, no entanto, é atuando com racionalidade que um profissional consegue fazer uma análise sobre o caso, caminhando da teoria até o lado prático da questão.  Por isso, ter um plano de gerenciamento de crise auxilia, e muito, na viabilização de um problema futuro. 
Obviamente, existem conjunturas impossíveis de serem previstas ou evitadas, mas quando um Administrador tem um olhar preventivo e sabe como administrar uma crise, os problemas podem ser identificados e solucionados com maior rapidez e antecedência. É preciso reafirmar que um planejamento estratégico de crise bem elaborado e atualizado, pode evitar que a organização entre em caos, sanar as adversidades e, consequentemente, recolocar a empresa no patamar da qual nunca deveria ter saído. 
Fonte: SINAERJ 

Published On: 27/04/2015Categories: Destaques SAEMG

Compartilhe

Leave A Comment

Relacionados