Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) diz que sistema pode sofrer corte 10% já na próxima semana. Implantação de nova fase do BRT

também é ameaçada

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) ameaça cortar viagens do sistema de transporte coletivo da capital, inviabilizar a implantação da segunda fase do BRT e não honrar o reajuste salarial dos rodoviários, caso o aumento de passagens dos ônibus continue suspenso. O sistema pode ter 10% de suas viagens reduzidas a partir da próxima semana, segundo informou nessa quarta-feira o presidente da entidade patronal, Joel Jorge Paschoalin.

O anúncio de corte foi feito logo depois de Paschoalin comandar a reunião do setor para avaliar os impactos da suspensão da nova tarifa. Ainda de acordo com o sindicalista, a implantação da nova etapa do Move, sistema de transporte rápido por ônibus (BRT, na sigla em inglês),  no corredor da Avenida Cristiano Machado, prevista para começar no sábado, pode não ocorrer.

Published On: 10/04/2014Categories: Gerais

Compartilhe

Leave A Comment

Relacionados