Como tudo que é ruim ainda pode piorar, o engenheiro de transportes Fernando MacDowell prevê que a cidade pode parar até 2022. Isso, se repetir o crescimento do volume do tráfego verificado entre 2003 a 2011,

que foi de 50,6%, e não forem feitos mais investimentos em transportes públicos, principalmente, sobre trilhos, para estimular o carioca a deixar o carro na garagem — alerta o especialista, que é professor da UFRJ e da PUC-Rio. MacDowell recorre a estudo que fez há dois anos para ilustrar a previsão, tomando por base a Avenida Brasil. Os dados coletados por ele na época mostravam que, em 2003, a via, um dos principais corredores viários da cidade, ficava congestionada durante 639 horas por ano, número que subiu em 2011 para 1.939 horas/ano. O engenheiro de transportes projeta para 2022 cerca de 4 mil horas anuais de engarrafamento. Como o ano tem 8.760 horas, seria como se o carioca passasse metade de 2022 parado no trânsito.

Published On: 19/08/2013Categories: Gerais

Compartilhe

Leave A Comment

Relacionados