Através do projeto de lei 10/2013, o prefeito municipal de Esmeraldas, Glacialdo de Souza (PT) pretende aumentar a folha de pagamento em mais de R$ 2 milhões ao ano,

criando 53 novos cargos de confiança, sem a necessidade de realização de concurso público.

Os conhecidos cargos de confiança, de livre nomeação do prefeito geralmente são utilizados para o cumprimento de acordos políticos e podem possibilitar que pessoas de outras cidades passem a ganhar salários significativos em Esmeraldas.

O projeto prevê ainda a criação de 3 novas secretarias e 3 secretarias adjuntas, além de assessorias e gerências. Os salários para os cargos são de R$ 7.000,00 para secretários, R$ 4.708,00 para as secretarias adjuntas, R$ 5.830,00 para assessorias e R$ 3.379,00 para os cargos de gerência.

A Câmara Municipal deverá votar o projeto na próxima terça-feira, dia 18, uma vez que o prefeito tem “urgência” na aprovação da matéria.

Assim que chegou a Câmara, o projeto causou verdadeira indignação junto aos servidores efetivos da Prefeitura de Esmeraldas, devido aos autos valores propostos para os novos cargos comissionados.

A prefeitura defende a aprovação do projeto alegando a importância da nova estrutura administrativa para a melhoria da qualidade da gestão.

Alguns vereadores já se manifestaram contrários ao projeto pela falta de coerência da atual administração. “Eles alegam que estão enfrentando dificuldades financeiras e querem criar mais despesas?” afirmou o vereador José Corrêa, o Zé Gaiola (PSD).

O vereador Marcelo Palhares (PV) concorda com a incoerência do projeto. “Numa cidade como a nossa com pequena capacidade de investimentos, novos gastos significam que dificilmente teremos a realização das obras que a cidade tanto necessita”.

Published On: 18/06/2013Categories: Gerais

Compartilhe

Leave A Comment

Relacionados