O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) multou em R$ 3,5 milhões as empresas Azul e Trip por informações enganosas no momento da notificação da fusão entre

as companhias aéreas. As empresas, segundo o processo, não informaram sobre o code share (compartilhamento de voos) entre Trip e TAM, que depois foi um dos pontos de restrição para que o Cade aprovasse a fusão entre Azul e Trip. De início, as companhias aéreas alegaram que o acordo entre Trip e TAM “não chegou a se concretizar”. Apenas depois de pedidos de informações feitos pelo órgão antitruste que as companhias aéreas confirmaram a existência do acordo, “reconhecendo a inveracidade da informação prestada no momento da notificação” da operação, de acordo com o relatório.

Published On: 06/06/2013Categories: Gerais

Compartilhe

Leave A Comment

Relacionados